Calendario

Abertas as inscrições para o Vestibular 2020 da Fuvest

Prazo termina em 20 de setembro e o valor da taxa de inscrição é R$ 182. Lembrete: quem terá isenção da taxa, também deve se inscrever!

| Da Redação

Começam nesta segunda-feira (12/8) as inscrições para o Vestibular 2020 da Fuvest, que seleciona os ingressantes para a Universidade de São Paulo.  As incrições podem ser feitas até o dia 20 de setembro, no site da Fuvest. O valor da taxa de inscrição é R$ 182. O boleto deve ser gerado até 20 de setembro. O pagamento deve ser efetuado, no máximo, até 24 de setembro. 


Mesmo quem foi beneficiado pela isenção da taxa, deve fazer a inscrição para o vestibular. A lista dos beneficiados pode ser consultada no site da Fuvest.

A USP oferece 8.317 vagas, distribuídas da seguinte maneira:

5.424 para ampla concorrência (vestibular convencional)  

1.857 para alunos de escola pública  

1.036 para candidatos pretos, pardos e indígenas (PPI) de escola pública.

Para mais detalhes, consulte o Manual do Candidato.

Confira o calendário 

Primeira fase: 24 de novembro
A prova é composta por 90 questões de múltipla escolha, algumas interdisciplinares, de Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português e Química.  

Segunda fase: 5 e 6 de janeiro de 2020
No dia 5/1 será realizada a prova de Lígua Portuguesa (10 questões) e a redação. No dia 6/1, serão 12 questões de duas, três ou quatro disciplinas, de acordo com a carreira escolhida. Para algumas carreiras, é realzada uma prova deHabilidades Específicas de caráter eliminatório e classificatório.   


Segunda fase da Fuvest será realizada em dois dias, 5 e 6 de janeiro de 2020

O que esperar da prova 

Como lembra o professor Antunes Rafael, diretor do colégio Oficina do Estudante, o vestibular da Fuvest é o mais tradicional em rela;ção aos processos seletivos das outras universidades estaduais paulistas (Universidade Estadual Paulista - Unesp e Universidade Estadual de Campinas - Unicamp) e em relação ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).  

"A Fuvest não tem muita preocupação com contextualização, como se vê nos outros exames. Ela exige um conhecimento técnico do candidato", afirma. 

O professor também alerta para a prova de Redação da Fuvest, realizada no primeiro dia da segunda fase. "É uma dissertação clássica, de cunho sociológico ou filosófico que exige do estudante capacidade de leitura de mundo", diz Rafael.   

As provas do segundo dia  - disciplinas cobradas e número de questões - dependem da carreira escolhida pelo candidato, reforça o docente. 

Outra dica para se preparar para  Fuvest: retome as leituras obrigatórias. "O candidato que não leu ainda os livros pedidos pela Fuvest, está mais do que na hora de ler esses livros. É essencial retormar as princiapis caracteristicas das obras e ler os resumos detalhados. As aulas de revisão literária são imporantissimas!" afirma o professor. 

 Confira aqui a lista de leituras obrigatória para o Vestibular 2020.