Calendario

Região Sudeste concentra oferta de vagas para Medicina

Segundo pesquisa realizada pela USP e Cremesp, das 29,2 mil vagas ofertadas em 2017, 13,2 mil estavam na região

| Da Redação

A maior parte das vagas para Medicina está na região Sudeste que é, também, onde existe mais concorrência. Considerando as faculdades públicas e privadas, em 2017, havia 120 cursos de Medicina na região, que ofertaram 13.222 vagas. A maior parte delas, (74,2%) está no segmento particular. Esses dados fazem parte da pesquisa "Demografia Médica no Brasil", realizada pela Universidade de São Paulo (USP), com apoio do Conselho Regional de Medicinado Estado de São Paulo (Cremesp).

O estudo também revela que a distribuição de vagas é bastante desigual no país. A região com menor oferta de cursos e vagas é a Centro-Oeste. Mas a concorrência pela vagas ofertadas ocorreno Norte e no Nordeste. Confira como é a distribuição, segundo a pesquisa:

Norte
Cursos: 24
Vagas: 2.258
Vagas por 100 mil habitantes: 12,6

Nordeste
Cursos: 71
Vagas: 7.211
Vagas por 100 ml habitantes: 12,6

Sudeste
Cursos: 120
Vagas: 13.222
Vagas por 100 mil habitantes: 15,2

Centro-Oeste
Cursos: 26
Vagas: 2.383
Vagas por 100 mil habitantes: 15,0

Brasil
Cursos: 289
Vagas: 29.271
Vagas por 100 mil habitantes: 14,1

Considerando as unidades da federação, São Paulo detém cerca de um quinto de todas as vagas em escolas médicas do país: 5.790 em 52 cursos. Em segundo lugar está Minas Gerais (14,1% das vagas), seguido do Rio de Janeiro (9,3%).

Os estados que menos ofertam vagas são Roraima (80 vagas) e Amapá (60). Quando somadas, as vagas destes dois estados correspondem a apenas 0,5% das vagas de Medicina no Brasil.
 

Em São Paulo, as vagas para Medicina se concentram no interior do estado
 


A análise da oferta de cursos de Medicina entre capital e o interior mostra que no país 43% delas estão nas capitais, que concentram 97 cursos (de um total de 289). De acordo com Atlas, são 12.589 vagas em escolas nas capitais e 16.682 no interior. Os estados de São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina contrariam

Na região Norte, três quartos das vagas (75,6%) estão em cursos na capital, enquanto no Nordeste são 61,7%. Já regiões com polos econômicos regionais importantes têm mais vagas no interior no Sudeste e Sul contrariam a tendência, com pelo menos 70% das vagas no interior.